Free songs
Rua da Faísca, nº 31, Largo Dois de Julho, Centro - Salvador - Bahia; Telefone: (71) 3322-0333

SindhotéiS e Nova Central conscientizaram a categoria de hotéis e similares na paralisação do dia 10 de novembro em defesa de direitos

Comments: 0
No dia 10 de novembro, sexta-feira, milhares de trabalhadores estiveram nas ruas para reivindicar contra a reforma trabalhista, a reforma da previdência e contra a legalização do trabalho escravo, no Dia Nacional de Mobilização em Defesa dos Direitos. O SindhotéiS, a Nova Central Sindical de Trabalhadores da Bahia, a CUT, CTB, CSB, UGT e Força Sindical convocaram os trabalhadores para aderir à paralisação nacional.
O SindhotéiS e a Nova Central fizeram uma carreata pelos hotéis da cidade para manifestar contra a nova Lei Trabalhista (Lei nº 13.467/17), que entrou em vigor no dia 11 de novembro de 2017, e precariza as relações de trabalho, dando autonomia aos patrões para negociarem o que quiserem com seus empregados, como: aumento da jornada de trabalho, redução de salários, diminuição do intervalo de almoço, férias, 13º salário etc. Contra a reforma da Previdência que vai afetar milhares de trabalhadores que estão dando o sangue por anos para as empresas e vão precisar trabalhar mais para se aposentar isso se estiver vivo para conseguir o benefício. Além disso, o ato também vai reivindicou contra a legalização do trabalho escravo, que é inconstitucional e desumano, pois o governo quer alterar o conceito de trabalho escravo na legislação brasileira. Por isso os trabalhadores exigem a revogação da Portaria nº 1.129, do Ministério do Trabalho que, na prática, dificulta o combate ao trabalho escravo no país.